Ataque a tiros deixa ao menos dez mortos em escola de Suzano, na Grande São Paulo
13/03/2019 17:43 em Novidades

Dois homens entraram atirando no colégio; pelo menos 16 pessoas ficaram feridas

Um colégio estadual de Suzano, na Grande São Paulo, foi palco de uma tragédia na manhã desta quarta-feira. Depois de matar o dono de uma locadora e roubar um carro, dois atiradores invadiram a Escola Estadual Raul Brasil , no Jardim Imperador, e abriram fogo a esmo no horário do intervalo. No colégio, eles mataram cinco estudantes, duas funcionárias do colégio e, logo em seguida, se mataram.

Os atiradores são ex-alunos da escola e foram identificados pela polícia como Guilherme Tauci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos. Inicialmente, a polícia divulgou que a dupla havia se suicidado. Durante a tarde, porém, o comandante geral da PM, coronel Marcelo Vieira Salles, afirmou que só podia dizer que foram ouvidos dois tiros antes que eles caíssem.

 

O ataque deixou ao menos 16 feridos, que foram encaminhados para dois hospitais da região e para o Hospital das Clínicas, na capital paulista. Às 15h, o governo do estado informou que ainda havia oito pessoas internadas.

Os atiradores se envolveram em outro crime antes de invadirem a escola. Por volta das 9h, dois atiradores entraram em uma concessionária de carros que fica na vizinhança, a Jorginhos Veículos.

Segundo testemunhas, eles perguntaram pelo nome do dono do estabelecimento e, quando o homem se apresentou, deram três disparos. Na sequência, foram de carro até o colégio, distante cerca de 500 metros. A vítima está internada.

Imagens de câmera de segurança de um casa que fica na rua do colégio mostram os atiradores descendo de um carro branco. Minutos depois, o vídeo mostra dezenas de estudantes pulando o muro do colégio para fugir.

 

Fonte: oglobo.globo.com

 

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE